O Grito: de onde vem esse nome?

Pode confessar, você também já teve curiosidade de saber porque o instituto se chama O Grito! É um nome diferente para uma ONG e todo mundo sempre pergunta de onde veio essa ideia. Então esse é o momento, continua aí que eu vou te contar!


Escolher um nome é uma tarefa difícil, afinal, ele tem que ser forte o suficiente para poder representar a nossa missão, a nossa identidade e tudo o que acreditamos. O desafio de encontrar o nome do instituto ficou nas mãos do Léo Martins, o fundador e líder do espaço. Ele conta que na busca de um nome que fosse expressivo, se deparou com um artigo, cujo o título ele não se lembra, mas dizia algo como “não podemos ficar calados e optar pela cegueira da conveniência, precisamos gritar”.

Léo ficou com a expressão “gritar” na cabeça, pensando que ela seria interessante e tinha a ver com o instituto. A confirmação veio quando ele se deparou com a seguinte frase: “o que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”, dita pelo pastor e ativista Martin Luther King. A partir desse momento, o líder do Grito não teve dúvidas de que esse seria o nome perfeito. O Grito quer dizer que não podemos ficar calados, devemos reagir, reivindicar nossos direitos e novas oportunidades. Precisamos “dar o grito” e espalhar por aí que é possível a transformação que queremos. É por isso também que na logo do instituto há um megafone. Ele simboliza a liberdade de expressão, a potencialização de nossas vozes, dos nossos gritos. Tudo a ver com o que acreditamos aqui no espaço, né?!


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo