top of page

1º Jantar Clube do Grito

Um Clube, uma voz

Inspirado no movimento musical belorizontino Clube da Esquina e seu disco de 72, eleito o melhor disco nacional em 2022, O Instituto o Grito convidou a sociedade mineira a integrar o "Clube do Grito". Esse Clube de Ribeirão das Neves, nascido em 2016, tem como propósito unir pessoas que acreditam no poder transformador da responsabilidade social, que querem gerar impacto e deixar um legado de transformação em Minas Gerais. A erradicação da desigualdade, dando "voz" aos silenciados socioeconomicamente é o que conduz as composições harmônicas desse Grupo que tem esperança de dias melhores.

O evento

O primeiro Jantar beneficente Clube do Grito foi realizado no Espaço Far East no dia 12 de dezembro de 2022, pela OSC Instituto O Grito que faz parte da Rede Gerando Falcões, localizada em Ribeirão das Neves e fundada por Leandro Martins (Léo Martins), anfitrião da noite. A festa teve a apresentação da jornalista Silvia Castro e também contou com a participação especial do fundador e CEO da Rede Gerando Falcões, Edu Lyra. O evento reuniu cerca de 350 pessoas e contou com a presença de grandes nomes do empresariado mineiro e nacional tais como: Ricardo Guimarães(BMG), Jayme Nicolatto, Marcelo Patrus e Marco Patrus (Patrus Transportes, Guilherme Teixeira (Construtora Barbosa Mello, dentre outros.


"Nós estamos sonhando acordado hoje. Nós estamos vivendo o impossível hoje. Nós estamos vendo um menino que é filho da improbabilidade, um menino que não tinha banheiro dentro de casa (...) e hoje tá reunindo a elite mineira nessa casa. (...) Alguém que está derrubando muros e construindo pontes" Edu Lyra


O Buffet Clube do Chefe foi encantador, enquanto o salão foi lindamente decorado pelo grafite, a arte da favela, assinada pelos artistas Paulo Terrinha e Jefi Santos (Na Tora Crew), além dadecoradora Simone Melo (La Nature eventos). As letras, desenhos e os "puxadinhos" da periferiaapropriaram vários espaços, onde o dito "Abre a janela da favela" foi brilhantemente representado na forma material da decoração e na forma do próprio evento, já que o Instituto está em contato direto com a transformação social da favela.

Abrindo a janela da favela

No início da noite os convidados assistiram a uma linda apresentação musical realizada pelos educandos do Grito, idealizada pelos educadores do Instituto. O musical contou com músicas originais compostas pelo educador Maycon Abreu, inspiradas nas harmonias de Milton Nascimento, além do grupo de percussão e do grupo de dança contemporânea do Polo Esportivo e Cultural. A apresentação percorre um ideal narrativo, onde a periferia aos poucos se superlativa e se auto representa nas melodias, danças e nas artes, suplantando oque é "ordinário" dos contextos inóspitos provindos dessas localidades. O musical foi sucedido pelo depoimento enriquecedor da ex-aluna do curso de depilação Lívia Mendes, empreendedora que teve o auxílio do Grito.







'' O Jantar foi incrível! Pude ter a oportunidade de conhecer um lugar novo, viver uma experiência nova , minha primeira experiência em falar né um palco , aonde eu tentei dar tudo de mim e me sentir a vontade , tomando a fala como minha ! Foi muito divertido nos bastidores , inesquecível esse jantar do início ao fim!.''

( Érika, educanda da oficina de jiu jitsu)

'' Foi um dia muito especial, que fui muito bem recebida e gostei muito da sensação de apresentar em um evento grande e tão importante pro grito, um dia que me senti muito confortável e confiante porque a Mariana me passou muita segurança.'' (Gabrielle, educanda da oficina de percussão).


Participações especiais

As madrinhas do evento: Flávia Carvalho, Helena Rios, Mariana Patrus e Mônica Maia receberam uma homenagem especial com direito a troféus personalizados entregues pelas mãos do fundador, Léo Martins e crianças beneficiadas. As madrinhas auxiliaram na organização, planejamento e captação do evento, sendo essenciais para que tudo oque vivemos acontecesse.



A pista de dança teve a animação conduzida pelo DJ Maurício Maoli, uma playlista que foi de Clube da Esquina a músicas POP do momento. O show do jantar foi comandado pelo brilhante Wilson Sideral, que cantou músicas do Barão Vermelho, Lulu Santos,Kid Abelha e muitos outros sucessos.

O leilão

Para angariar mais recursos para o Grito, durante o evento aconteceu um breve leilão que foi conduzido pela jornalista Bruna Braga contendo 5 lotes incríveis que foram disputadíssimos pelos convidados, tendo sido estes: 2 camisas do Atlético autografadas (time 2022 e Huck), dois instrumentos doados pela Loja Serenata: violão autografado pela dupla César Menotti e Fabiano, uma guitarra assinada pelos irmãos Rogério Flausino (Jota Quest) e Wilson Sideral e um belíssimo quadro do artista Marcos Paschoallin.


Nosso Clube do Grito

O Primeiro Jantar Clube do Grito foi uma noite repleta de atrações onde a união de muitos resultou em um evento único. Dar voz a quem mais precisa e visibilidade a quem pouco é percebido pela nossa sociedade são alguns dos propósitos do Grito, que sobrevive graças a solidariedade e o amor de tantas pessoas, que lutam e acreditam em uma sociedade com menos desigualdades e mais oportunidades. Por isso, vale ressaltar que a maior beleza do evento foi o esforço que várias empresas patrocinadoras, apoiadoras, madrinhas e convidados fizeram para que o orçamento 2023 do Grito fosse garantido e os trabalhos seguissem a todo vapor.


"Nós temos uma missão, que é amar as pessoas como se não houvesse amanhã. (...) Clube do Grito é amar as pessoas hoje. O clube do grito é a gente estar junto para algo muito maior. somente juntos nós vamos acabar com a pobreza. Somente juntos nós vamos mudar a história do nosso estado." Léo Martins







0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page