top of page

QUEM FAZ O POLO ACONTECER?

O Polo Esportivo Cultural do Grito existe porque há pessoas que acreditam no esporte e na cultura como elementos importantes para o desenvolvimento humano. Para entregar o que nos propomos para a comunidade, realizamos um trabalho amplo que envolve diversas mãos. Mãos de quem acredita que o projeto é necessário e essencial. Por isso, nesta edição do jornal, gostaríamos de trazer um pouco quem faz parte do Polo como forma de reconhecer e agradecer, afinal, se falta um no projeto, falta TUDO. Então vamos começar? Os primeiros a serem reconhecidos são as crianças e adolescentes que estão semanalmente nas oficinas, confiando no espaço, se permitindo aprender, alegrando as nossas manhãs e tardes. Elas são a razão de tudo acontecer e o principal motivo pelo qual tanta gente está unida no Polo. As famílias dos atendidos também são parte importante para que nosso projeto ocorra, são elas que incentivam a participação dos alunos e alunas e confiam no Grito para desenvolver as atividades propostas. Diretamente com os atendidos, há a equipe fixa do Grito, composta pelos

educadores: Mariana, Evelly e Iandra, Zélia, Kamila, William, Fernando e Maycon (aqueles que acolhem e ensinam nas oficinas com todo amor e atenção),

Carol ( coordenadora do projeto ), Karina (assistente do projeto ), Jéssica ( assistente social do Grito), Cláudio (logística e portaria), Vânia (limpeza),

Maycon (educador de música que nos dá suporte aos sábados), Daniel Felipe (coordenador de operações) e a Alice e o João (marketing e comunicação). Semanalmente também contamos com uma equipe de voluntárias para o lanche, elas cuidam para que os atendidos possam se alimentar no horário correto e preparam tudo com muito carinho.

Tão importante quanto quem está na parte da ação toda semana, é quem custeia as atividades do projeto. Aqui entra os nossos doadores, parceiros e patrocinadores, pessoas físicas e jurídicas que contribuem financeiramente além de doações de materiais e equipamentos. Essas pessoas e empresas investem seus recursos para que as crianças e adolescentes tenham acesso as oficinas, sendo parte importante do projeto e apoiadores da nossa missão.

Viu como são muitas pessoas? A elas também se juntam toda a equipe de colaboradores do Grito dos demais projetos, as pessoas que divulgam nossas atividades, que apoiam de diversas formas... como cantou Raul Seixas na música Prelúdio, “sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só, mas sonho que se sonha junto é realidade”. Por isso, através deste texto, agradecemos a todos que vem sonhando com a gente ao longo dos anos e tornando o nosso projeto uma realidade linda e que transforma vidas.





16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page